Jornal do Commercio

ELEIÇÕES 2018

Elias Gomes se coloca como alternativa para o PSDB disputar governo

A sigla vive momento de indefinições e o ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes defende que é preciso reanimar o tucanato

Da Editoria de Política

Publicado em

Elias Gomes se coloca como nome para entrar na disputa pelo partido
Elias Gomes se coloca como nome para entrar na disputa pelo partido
Foto: Divulgação

Um dia após o grupo político ligado ao deputado federal Betinho Gomes (PSDB) divulgar uma carta pedindo o lançamento de uma candidatura própria ao governo do Estado, o ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes Elias Gomes publicou nota se colocando no páreo para encarar a disputa majoritária em 2018.

“Nesse quadro, me coloco como alternativa para a disputa ao Governo do Estado, para liderar um amplo debate em torno de princípios, ideias e estratégias que permitam oferecer ao PSDB e a Pernambuco um caminho ainda não percorrido através de um novo projeto de governança. Entretanto, o PSDB dispõe de nomes de grande envergadura a exemplo do deputado federal Daniel Coelho, dos ex-governadores João Lyra e Joaquim Francisco, do ministro Bruno Araújo, todos capazes de nos representar nessa missão”, afirmou Elias.

Segundo Elias, é preciso reanimar o partido e construir propostas e conteúdos. O tucano adota um tom duro e clama que o partido saia da “acovardada posição de coadjuvante”.

“Dispomos de história, envergadura e quadros políticos capazes - e com uma ideia na mente, um sonho no coração, a ousadia e a coragem no peito - para sairmos da tímida e acovardada posição de eternos coadjuvantes e ou mesmo excluídos do protagonismo político. Devemos colocar a serviço desta causa um dos nossos muitos nomes disponíveis, não como um prêmio, mas como uma honrosa missão de apresentar a Pernambuco um novo rumo, contrapondo-se a uma polarização desinteressante à democracia, à pluralidade de ideias e à construção de algo inovador na nossa política estadual.”

LEIA A ÍNTEGRA DA NOTA

Por democracia, esclarecimentos da verdade e por um projeto novo para Pernambuco

Setores importantes do PSDB em nosso Estado demonstraram suas preocupações com a inércia partidária e com a falta de debate interno, ontem, ao lançarem um manifesto em defesa da democracia no partido e por uma ampla discussão sobre nossos rumos para 2018. O momento pelo qual passamos no país exige de todos os ativistas políticos, lideranças e agremiações partidárias a formulação de ideias e projetos para a superação da grave crise que é decorrente de velhas políticas e práticas danosas à nação. Esse é o momento demasiadamente complexo da história da nossa República.

O exercício democrático, a formulação de ideias e a rotatividade de nossas lideranças se traduz na salutar oportunidade dada ao vice-presidente nacional do PSDB (Tasso Jereissati), que em poucos meses oxigenou a vida partidária no BRASIL. A convocação da nossa direção nacional para que renovemos o partido não teve eco em Pernambuco, onde se desonra e se descumpre solenemente um acordo feito com o atual presidente Antônio Moraes, membros da atual executiva, avalizado pelo ministro Bruno Araújo e aclamado na última convenção estadual. É o pior exemplo que podemos dar! É isto, está clara a política que não se deve praticar.

publicidade

Precisamos reanimar o nosso PSDB, reunir a nossa militância, ouvir a voz das ruas, construir propostas e conteúdos para que possamos ser também ouvidos e respeitados! É necessário ter desprendimento, espírito público, respeito às diferenças e dar um rumo ao nosso partido, além de apresentarmos a Pernambuco a nossa proposta de governança, baseada em pontos inovadores, e fazermos a ruptura com as fórmulas tradicionais deenfrentar velhos problemas com antigas soluções.

O tucanato pernambucano não pode perder a rica oportunidade de ir ao encontro de nossa sociedade, desde as camadas mais simples, passando pela nossa intelectualidade, pela academia, movimentos sociais, com os micro, pequenos, médios e grandes empresários e a juventude. Enfim, homens e mulheres de todas as regiões e seguimentos do nosso Estado, pactuando um projeto inovador, baseado em pontos cruciais, que tenho modestamente formulado com valiosas colaborações e que pretendo apresentar ao partido e à sociedade em breve, permitindo, assim, um debate com conteúdo programático e estratégico.

Dispomos de história, envergadura e quadros políticos capazes - e com uma ideia na mente, um sonho no coração, a ousadia e a coragem no peito - para sairmos da tímida e acovardada posição de eternos coadjuvantes e ou mesmo excluídos do protagonismo político. Devemos colocar a serviço desta causa um dos nossos muitos nomes disponíveis, não como um prêmio, mas como uma honrosa missão de apresentar a Pernambuco um novo rumo, contrapondo-se a uma polarização desinteressante à democracia, à pluralidade de ideias e à construção de algo inovador na nossa política estadual.

Nesse quadro, me coloco como alternativa para a disputa ao Governo do Estado, para liderar um amplo debate em torno de princípios, ideias e estratégias que permitam oferecer ao PSDB e a Pernambuco um caminho ainda não percorrido através de um novo projeto de governança. Entretanto, o PSDB dispõe de nomes de grande envergadura a exemplo do deputado federal Daniel Coelho, dos ex-governadores João Lyra e Joaquim Francisco, do ministro Bruno Araújo, todos capazes de nos representar nessa missão.

Reitero que não estou aqui apenas cogitando nomes, mas conclamando o nosso partido a assumir uma reponsabilidade histórica, fazendo-o um partido ainda maior, ampliando a nossa representação junto à sociedade, à Assembleia Legislativa e à Câmara Federal.

Por um Pernambuco melhor!
Elias Gomes
Vice-presidente Estadual do PSDB


MAIS LIDAS