Jornal do Commercio

DELAÇÃO

Oposição cobra explicação imediata de Paulo sobre denúncia de propina

Governo é acusado por delator da JBS de receber propina durante a campanha de 2014

Paulo Veras

Publicado em

Líder da oposição, Silvio Costa Filho (PRB) convocou reunião de emergência da bancada para a próxima segunda-feira (22)
Líder da oposição, Silvio Costa Filho (PRB) convocou reunião de emergência da bancada para a próxima segunda-feira (22)
Foto: Alepe

Em conversa com o JC na tarde desta sexta-feira (19), o líder da oposição, Silvio Costa Filho (PRB), cobrou uma explicação imediata do governador Paulo Câmara (PSB) e do prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), às denúncias de pagamento de propina do diretor da JBS, Ricardo Saud.

"Fica cada vez mais comprovado que o PSB usou dinheiro de propina e de caixa dois nas campanhas em Pernambuco", afirmou Silvio. "A oposição exige que os dois, em respeito ao povo do Recife e ao povo de Pernambuco, possam responder sobre essa delação da JBS", cobrou.

publicidade

REUNIÃO EMERGENCIAL

Por enquanto, a oposição não adianta que medidas vai tomar em relação a delação. Uma reunião emergencial da bancada na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) foi convocada para a próxima segunda-feira (22).

Por mais grave que sejam as acusações, a ideia é agir com paciência e aguardar as defesas de Paulo e Geraldo em relação as denúncias; antes de pensar em medidas mais drásticas.

LEIA TAMBÉM


MAIS LIDAS