Jornal do Commercio

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Em Ipojuca, prefeita eleita é diplomada, mas posse ainda não tem data

Diplomação de Célia Sales aconteceu no fórum da cidade e moradores da cidade que apoiaram candidata participaram

Da Editoria de Política

Publicado em

Célia (branco) está ladeada pelo marido, Romero Sales, e pela vice, Patrícia Alves
Célia (branco) está ladeada pelo marido, Romero Sales, e pela vice, Patrícia Alves
Foto: Agência de Fotografia ClicPositivo/Divulgação

A prefeita eleita de Ipojuca, Célia Sales (PTB), foi diplomada na manhã desta quinta-feira (20) em uma cerimônia com a presença forte da população. Ao lado do marido, Romero Sales, e da vice, Patrícia Alves, Célia participou do ato, realizado no Fórum Municipal de Ipojuca. Do lado de fora, muitas pessoas a esperavam para cumprimentá-la.

A expectativa agora é pela data da posse. Quem define o dia da cerimônia é a Câmara dos Vereadores, mas a previsão é que ela seja empossada no dia 1º de Maio, feriado do Trabalhador. Desde janeiro, Ipojuca está sob o comando interino do presidente da Câmara, Irmão Ricardo (PTC).

 

Apesar de a diplomação ser uma das etapas até Célia entrar, de fato, na prefeitura, o ato foi marcado por muita emoção dos apoiadores. 

publicidade

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

A eleição suplementar que elegeu Célia aconteceu no dia 2 de abril. Ela obteve 31.010 votos válidos, chegando a 55,2% do total.

As novas eleições em Ipojuca foram realizadas após o candidato eleito nas eleições de outubro, Romero Sales, ter sua candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral. A decisão foi baseada em uma condenação por improbidade administrativa com dano ao erário e enriquecimento ilícito devido a uma viagem feita por Sales em 2008, época em que era vereador.

Célia derrotou o ex-prefeito Carlos Santana (PSDB), apoiado pelo PSB do governador Paulo Câmara. A votação dela foi muito próxima à conquistada pelo marido, Romero Sales, em outubro de 2016.

LEIA TAMBÉM


MAIS LIDAS