Jornal do Commercio

venezuela

Assembleia Constituinte da Venezuela adianta eleições regionais

Eleições regionais serão adiantadas em dois meses para serem realizadas no mês de outubro

Estadão Conteúdo

Publicado em

A Assembleia Nacional Constituinte (ANC) da Venezuela confirmou nessa quinta-feira (10) o presidente do país, Nicolás Maduro, como chefe de Estado, de governo e como comandante em chefe da Força Armada Nacional Bolivariana
A Assembleia Nacional Constituinte (ANC) da Venezuela confirmou nessa quinta-feira (10) o presidente do país, Nicolás Maduro, como chefe de Estado, de governo e como comandante em chefe da Força Armada Nacional Bolivariana
AFP

A assembleia constitucional recém-instalada na Venezuela decidiu adiantar as eleições regionais em dois meses para outubro.

Em um acordo aprovado por unanimidade e lido por um dos vice-presidentes do órgão, Isaías Rodríguez, a Constituinte decretou "reprogramar para o dia 10 de outubro de 2017 o processo eleitoral para escolher governadores" de estado.

publicidade

Atraso

As eleições deveriam ter ocorrido no ano passado, mas foram atrasadas duas vezes. Os críticos dizem que o governo temia perder nas urnas em meio a uma crise econômica esmagadora.

A assembleia constitucional ainda pode decidir eliminar todas as eleições ou alterar as regras de votação. 

LEIA TAMBÉM


MAIS LIDAS