Jornal do Commercio

SERTÃO

Suspeito de matar jovens em Petrolina tinha intenção de estuprá-las

Dois homens foram presos suspeitos de envolvimento no crime, que aconteceu na segunda-feira (5)

JC Online
Com informações do NE10 Interior

Publicado em

As duas jovens foram encontradas mortas na segunda-feira (5). Os suspeitos foram presos na quinta-feira (8)
As duas jovens foram encontradas mortas na segunda-feira (5). Os suspeitos foram presos na quinta-feira (8)
Foto: Reprodução

A delegada da  Delegacia de Homicídios de Petrolina, Sara Machado, divulgou, nesta sexta-feira (9), detalhes sobre a prisão de uma dupla suspeita de envolvimento na morte de duas jovens de 19 anos na cidade, na segunda-feira (5). Segundo ela, um dos suspeitos afirmou que o outro tinha a intenção de estuprar Taiane de Souza Costa e Bruna Souza Torres, mas acabou desistindo.

"Pelas provas periciais iniciais, não há nenhum sinal de violência sexual", afirmou a delegada. A polícia ainda espera por perícias complementares.

 

 

A polícia chegou os suspeitos Lucas Conceição Santos, 38 anos, e Lindolfo Nunes da Silva, 40, por meio de denúncias anônimas e diligências no bairro da Cohab e proximidades, em busca de envolvidos em crimes de roubo. "Se tomou cohecimento do furto dos celulares e dinheiro das vítimas, a equipe de homicídio entrou em campo tentando identificar aquelas pessoas na localidade que vinham praticando roubos com arma branca", explicou a delegada.

publicidade

Os dois foram presos na quinta-feira (8), Lucas estava com o celular de uma das mulheres e tinha dois mandados de prisão em aberto por roubo na Bahia. O outro homem teria ficado com o aparelho da outra jovem. Eles também roubaram R$ 37 das vítimas.

Mais informações na matéria do NE10 Interior.

CASO 

Bruna Souza Torres e Taiane de Souza Costa foram encontradas mortas na segunda-feira (5), no distrito industrial de Petrolina. Na terça-feira (6), o local foi incendiado por por populares revoltados com o crime. As jovens foram abordadas enquanto estavam a caminho do trabalho, por volta das 7h.

Elas tiveram as roupas rasgadas, as mãos amarradas e teriam sido mortas a golpes de faca no pescoço. Os corpos estavam a 100 metros da pista por onde elas habitualmente passavam a pé e foram encontrados pelo tio de uma das vítimas.

LEIA TAMBÉM


MAIS LIDAS