Jornal do Commercio

SERTÃO

Polícia prende dupla suspeita de matar duas jovens em Petrolina

Pertences de Bruna Souza Torres e Taiane de Souza Costa, de 19 anos, mortas na segunda-feira (5), teriam sido encontrados com um dos homens

JC Online
Com informações da Rádio Jornal

Publicado em

Uma terceira pessoa teria participado do assassinato das jovens
Uma terceira pessoa teria participado do assassinato das jovens
Foto: Reprodução

Atualizada às 11h07

A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira (8), dois homens suspeitos de envolvimento na morte de duas jovens em Petrolina, no Sertão do Estado, nessa segunda-feira (5). De acordo com informações da Rádio Jornal, com um dos suspeitos, Lucas Conceição Santos, 38 anos, teriam sido encontrados pertences de Bruna Souza Torres e Taiane de Souza Costa, de 19 anos. 

O outro suspeito, identificado como Lindolfo Nunes da Silva, 40, morava no mesmo bairro que uma das vítimas. Um deles já confessou e forneceu detalhes sobre o crime à polícia, o outro ainda está sendo ouvido. A dupla ainda teria informado sobre a participação de uma terceira pessoa, que está foragida, na morte das mulheres.

Os detalhes sobre as prisões e a motivação do duplo homicídio vão ser divulgados nesta sexta-feira (9).

CASO

Bruna Souza Torres e Taiane de Souza Costa foram encontradas mortas na segunda-feira (5), no distrito industrial de Petrolina. Na terça-feira (6), o local foi incendiado por por populares revoltados com o crime.

publicidade

As jovens foram abordadas enquanto estavam a caminho do trabalho, por volta das 7h. Elas tiveram as roupas rasgadas, as mãos amarradas e teriam sido mortas a golpes de faca no pescoço. Os corpos estavam a 100 metros da pista por onde elas habitualmente passavam a pé e foram encontrados pelo tio de uma das vítimas.

Na segunda-feira (5), uma perícia preliminar não constatou violência sexual, segundo o delegado Marceone Ferreira. Ele acrescenta que, apesar de o médico legista não ter verificado que as jovens sofreram violência sexual, amostras foram colhidas para exame sexológico.

LEIA TAMBÉM


MAIS LIDAS