Jornal do Commercio

Desespero

Família procura professora desaparecida há quatro dias

Mulher saiu de casa, na Boa Vista, na última segunda e ninguém mais a viu

Cidades

Publicado em

Betânia levou sua cadelinha poodle e família apela por informações
Betânia levou sua cadelinha poodle e família apela por informações
Divulgação

Familiares e amigos da professora Betânia Sobral Cavalcanti, de 59 anos, estão desesperados com o desaparecimento dela. A mulher saiu de casa, no bairro da Boa Vista, Centro do Recife, na manhã da segunda-feira (15), levando sua cachorrinha, uma poodle branca. Imagens da câmara de segurança do prédio onde mora sozinha mostram quando ela saiu às 7h e entrou no seu carro, um Celta preto, placas KG-1639.

“Dentro da residência dela não há nenhum indício de que tenha viajado. Roupas e malas estão em seus lugares. Ela não atende os celulares, que estão desligados e nenhum amigo sabe de seu paradeiro. Não é normal ela sumir sem dar notícias. Até no IML já estivemos”, informa o sobrinho Mateus Dias.

publicidade

CONTATO

A família registrou queixa do desaparecimento no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). E apela para que se alguém encontrar Betânia pelas ruas ligue para o telefone (81) 988768071 e informe o local, para que possam ir encontrá-la. A professora está de licença prêmio.

LEIA TAMBÉM


MAIS LIDAS