Segurança pública

Governo reconhece que números do Pacto pela Vida serão altos

Secretário de Defesa Social diz média é de 320 homicídios no Estado

Franco Benites

Publicado em

Este ano, Paulo convocou mais mil policiais para ajudar o governo

Quando os primeiros balanços do número de homícidios no Estado na atual gestão foram divulgados, o governador Paulo Câmara (PSB) disse que promoveria mudanças capazes de recolocar o Pacto pela Vida nos eixos. A tarefa, no entanto, pode ser mais díficil do que o socialista esperava.Acompanhando o governador e os demais secretários da gestão socialista nos seminários do programa Todos por Pernambuco em Timbaúba ontem, o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, sinalizou que ainda não será desta vez que o número de mortes será reduzido a ponto do governo estadual ter algo a comemorar.“Estamos trabalhando com o mesmo patamar que vinha ocorrendo desde novembro. É o que se projeta para este mês, algo em torno de 320 homicídios. Estamos com uma linha estável, alta. Temos que trabalhar para reudzi-la, mas ela se estabilizou nesse patamar de 320”, falou.Apesar da declaração, Alessandro Carvalho não deu a guerra como perdida e destacou que o governo estadual tem feito a sua parte para dar uma boa notícia aos pernambucanos no quesito segurança pública. “O que a gente precisa é trabalhar para apurar o foco, ver quais são as quadrilhas, se a questão é de tráfico, roubo. Teremos reforço de mil policiais que estarão nas ruas a partir de agosto”, declarou.Recentemente, moradores da cidade de Glória de Goitá fizeram um protesto contra a violência no município. O secretário de Defesa Social disse que tomou conhecimento da movimentação. “A manifestação da sociedade é legítima desde que seja ordeira. Se uma determinada sociedade não estiver satisfeita, tem que procurar o comando local. Procurar a Secretaria de Defesa Social também. Estou aberto para receber prefeitos e vereadores, líderes da comunidade”, disse.

MAIS LIDAS