Série C

Náutico: 'É preciso pedir desculpas', diz Roberto Fernandes

Técnico diz que goleada por 4x0 é uma vergonha para o clube

Diego Toscano
Twitter: @diegotoscanoo

Publicado em

Treinador lamentou pouca ofensividade na Paraíba

A palavra vergonha foi uma das mais citadas pelos alvirrubros após a goleada na Paraíba. Neste sábado (21), ainda no campo de jogo e logo depois do Náutico levar 4x0 do Botafogo-PB, o técnico Roberto Fernandes pediu desculpas para a torcida e cobrou uma maior maturidade do elenco pernambucano na Série C. Já o volante Negretti tentou explicar a derrota e falou também sobre o cansaço do elenco, que fez seu 30º jogo em pouco mais três meses de temporada.

“Em primeiro lugar, é preciso pedir desculpas para o torcedor. É uma vergonha para o clube, para mim e para o torcedor. Que se aprenda com o que a gente viu aqui. São coisas que a gente vem alertando. O título (do Pernambucano) tem seu peso e valor, mas minha análise interna sempre foi muito transparente. Série C não é fácil e requer jogadores rodados, porque só se joga uma vez por semana. Cada competição tem sua peculiaridade. Hoje, de forma dolorida, temos que aprender lições. Série C se joga de forma diferente. Não se toma gol com cinco minutos”, afirmou o treinador Roberto Fernandes.

TAMBÉM FALTOU ATAQUE

O técnico alvirrubro também lamentou a pouca produtividade ofensiva da equipe na partida, que praticamente não ameaçou a barra do goleiro paraibano Saulo nos 90 minutos. No final, o atacante Wallace Pernambucano ainda foi expulso após um carrinho no lateral Gedeílson.

“Sem dúvida, foram poucas finalizações. Precisamos de mais competitividade lá na frente. Ninguém vai tirar o mérito do Estadual, mas não é de hoje que se fala sobre saber bem a referência do Pernambucano. O Botafogo-PB também foi campeão e contratou muitos jogadores. Acho que temos um grupo competitivo, mas que tem carências. Precisamos amadurecer”, explicou o treinador.

LEIA TAMBÉM

MAIS LIDAS